(Picture: Claude Marchi/Instagram)
Claudia de Marchi gave up her career as a lawyer for something very different (Picture: Claude Marchi/Instagram)

A Brazilian feminist has packed in her career as a high-flying lawyer to become a prostitute.

Claudia de Marchi, 34, says she not only earns more money in her new profession but has a higher job satisfaction.

O.J. Simpson sits  during  an evidentiary hearing  in Clark County District Court  in Las Vegas, Nevada May 16, 2013. Simpson, who is currently serving a nine-to-33-year sentence in state prison as a result of his October 2008 conviction for armed robbery and kidnapping charges, is using a writ of habeas corpus, to seek a new trial, claiming he had such bad representation that his conviction should be reversed.      REUTERS/Jeff Scheid/Pool   (UNITED STATES  - Tags: CRIME LAW SPORT ENTERTAINMENT)   - RTXZPQQOJ Simpson could be released from prison this year

The former attorney quit her job as an expert in constitutional law last year, instead moving to capital Brasilia, where she charges men £150 an hour for sexual services.

She says one of the major reasons behind her career swap, was the ‘masculine selfishness’ of her previous line of work.

Instead, she explains making money from her body is a form of liberation, and she has started a blog to help other women ‘demand the best for themselves, both in and out of bed’.

Não nasci para ser opção na vida de ninguém, mas também não nasci para ser útil para ninguém. Ou sou prioridade e como tal respeitada, ou sou apenas alguém simples a ser admirada, ou prefiro não ser nada. Demorei mas compreendi que qualquer interesse estraga o relacionamento. Relacionamentos devem ser despretensiosos e nascidos da pretensão apenas de amar e deixar fluir. Deixar acontecer. Interesses financeiros, sexuais, psíquicos, profissionais ou de qualquer espécie anulam a relação. Um se torna escravizado, se torna protetor, se torna pai, se torna defensor, se torna objeto e o outro usufrui. Esse tipo de relacionamento não me serve mais, para absolutamente nada. É da independência plena que nasce o amor verdadeiro, e é apenas com ela que ele se mantém.

A post shared by Cláudia de Marchi (@claudemarchi2) on Jan 8, 2017 at 1:44am PST

Gente eu não sou contra as pessoas serem vaidosas, não sou contra as pessoas valorizarem a beleza, a carne dura, a pele escura (como disse meu amigo Caetano no hit “Beleza pura”)! Eu não sou anti-beleza, pelo contrário! Não vejo nada de mal em se gastar milhares de reais em cirurgia plástica, academia, cabeleireiros, esteticistas, dermatologistas, roupas, bolsas e sapatos. Não se a pessoa tem algo mais a oferecer, entende?! Não se a pessoa não é só um pedaço de carne “modificada” por intervenções cirúrgicas ou excesso de suplemento alimentar. Acho que a busca pela beleza saudável (ou não) deveria ser privilegio de gente que não assassina o português, de gente bem educada, de gente com classe, de gente que lê, de gente que estuda, de gente que tem cultura, que se informa, que é curiosa! Ah, minha filha, falar errado, escrever mais ainda, não ler nada que não diga respeito à moda e “boa forma” e só saber falar sobre isso e da nova “balada” sertaneja é o cúmulo né?! Quem aguenta?! Futilidade, em um grau ameno, precisa ser conquistada! Precisa ser “merecida”. Você tem que ter um nível tal de dedicação ao seu intelecto, estudo, profissão e evolução que possa se dar ao luxo de colocar silicone onde deseja, de diminuir o que lhe convém e avantajar outras partes. Agora, um ser humano inculto, desprovido de opiniões e ideias que não sejam as passadas pela Rede Globo ou pelo padre na igreja, querer ser “gostosona” não vai servir pra muito! Ou melhor, vai, para as pessoas fazerem piada e lhe chamarem de “loira burra” (aquela do Gabriel o Pensador) e coisas a “altura”. Seja bela, seja dourada, tenha uma bunda dura e arrebitada, um belo par de seios, use roupas caras e bolsas de grife, mas, por favor, me garanta que você não vai se mostrar mais barata do que o “look” do seu dia quando abrir a boca, certo?! Garanta-me que seu intelecto é mais interessante que o seu rebolado, ok?! Combinado.

A post shared by Cláudia de Marchi (@claudemarchi2) on Feb 5, 2017 at 3:48am PST

Hoje me falaram que eu estou certa em não ter aderido à moda dos músculos grandes e visíveis, porque a “moda” agora é ser magrinha e durinha estilo a Fernanda Lima e uma tal de Gabriela Pugliese, blogueira fitness (da qual eu nunca ouvi falar, até hoje!). Gente, parem de ser volúveis, se amem mais! O seu corpo não é um sapato, uma bolsa, um jeans, o seu corpo deve ser amado e não “moderno”! O que importa é você se sentir bem nele e não se escravizar por modismos estéticos que variam da super marombeira de coxas gigantescas à “secura”, dos super peitos siliconados aos micro peitos naturais! Eu gosto do corpo que conquistei, sempre gostei, não curto assimetria, não curto músculos volumosos e artificialismos, não curto “volume”, enfim. Não estou na “moda”, apenas sou o que gosto de ser, do corpo às atitudes e escolhas! Na boa gente, procurem fazer terapia e economizem em cirurgias plásticas e demais formas de se adequar à padrões variáveis e toscos!

A post shared by Cláudia de Marchi (@claudemarchi2) on Jan 27, 2017 at 12:01pm PST

‘I believe that feminism is a liberation, not an obligation. It is being able to do, exclusively, what you desire. That’s what I did, I made a decision thinking in my pleasure and in my sustenance,’ she told the Mail Online.

‘In a extremely rational way, there is no contradiction between you offering sexual pleasure to a man, and being a feminist.

‘I want woman to unite and truly value themselves, instead of attacking each other, because when women spend their time fighting with each other, that is also a form of chauvinism.’

But the 34-year-old, who charges £650 a night, does not refer to herself as a prostitute, explaining she will not do ‘everything for money’.

She says she only has sex with educated men and turns down clients with bad grammar or who don’t agree with her political views. She also only accepts clients for a second time, if they pleased her previously.

O que faz bem pra pele? O que impede o envelhecimento? O que faz com que aparentemos menos idade do que temos? Sei lá, não acho que sejam apenas exercícios físicos, ingestão demasiada de alimentos saudáveis, sexo de qualidade, cremes e o uso diário de protetor solar e etc.. Tudo isso ajuda, mas, em minha opinião a forma com que lidamos com nossa vida, incluindo percalços, problemas e preocupações, enfim, o nosso bom humor, a nossa leveza ao achar graça do que pode ser trágico, a nossa mania de nos perdoarmos pelas nossas imperfeiçoes (físicas e intelectuais), o nosso hábito de dar risada de coisas relativamente incomodativas, e, inclusive, de chorarmos quando temos vontade, sem segurar lágrimas, sem colocar máscaras, isso tudo, para mim, são o segredo da juventude. O resto são elementos coadjuvantes! Alegria, transparência e bom humor são os principais. Sorriso: sempre! Alegria, todos os dias!

A post shared by Cláudia de Marchi (@claudemarchi2) on Feb 10, 2017 at 8:04am PST

No tutorial de hoje eu vou ensinar aos homens o que NÃO perguntar ao telefone para uma acompanhante de luxo de cujo anúncio (detalhado) eles tiraram o seu número de telefone celular: 1- “O que essa linda mulher faz de bom?”. Viro pirueta? Danço “macarena”? Sambo estilo a Globeleza? Ensino a dançar milonga, xote e vanerão? Dou aula de Direito Constitucional, Biodireito, Direitos Humanos, Direito da Infância e Adolescência, Direito dos Contratos, Teoria dos Fatos Jurídicos, Direito das Obrigações, Direito Penal (Crimes contra a pessoa), Direito na Sociedade da Informação, Direito Internacional? Não, isso eu fazia até 02/02/16. Bem, até onde sei eu faço sexo! E muito bem, por sinal (percebo que a prática leva à perfeição) basta ler o anúncio até o fim, claro. 2- “Como é o seu atendimento?”. Ruim, péssimo, mecânico, sem diálogo, sem beijo, não faço higiene bucal, atendo 4 cidadãos seguidos, só jogo uma água nas partes íntimas entre um e outro e masco um chiclete para não escovar os dentes, não uso sabonete íntimo, meus perfumes são de péssima qualidade, me visto mal, tenho clamídia, herpes e vaginose bacteriana, transo sem camisinha quase sempre, mas obrigo o cliente a passar álcool gel antes de me tocar. Não, obviamente não é assim e nem eu sou deste naipe, mas, se fosse, será que eu diria? Pensando comigo em 3, 2, 1: Obviamente não, pois ninguém faz propaganda negativa de seu trabalho e de si! Logo, não custa ler comentários ao fim de anúncio e acessar o site da acompanhante, porque pergunta idiota vai receber resposta idiota ou mentirosa. Ah, mas dai eu respondo que “basta ler o anúncio até o final, ver os comments de alguns clientes nele e acessar o diário do meu site” e passo por “grossa”. Homens, salvos pelos pênis, porque o machismo e o ego corroeram os cérebros de alguns!Tutorial em https://simonesteffanibrasilia.blogspot.com.br/2017/02/tutorial-com-passo-passo-de-como-ler.html

A post shared by Cláudia de Marchi (@claudemarchi2) on Feb 1, 2017 at 1:21pm PST

Instead of using a pseudonym to protect her identity, the former lawyer uses her own name insisting she is proud of what she has achieved.

Her mother is also extremely supportive of her new profession, and suggested the profession to her after watching a TV programme on luxury escorts.

‘I also adore sex. I wouldn’t be in this profession if I didn’t like it. So, I found a way to make money doing something that I like, marketting my sexual talent and my libido,’ she added.

‘Both in my marriage and my relationships, the sex was always what was most special, so I decided to leave the cake and just have the cherry on the top.’